O site que corre com você

Siga-nos

Em 01 set, 2016

COLUNA DO TAURO: BUSCANDO RITMO E VELOCIDADE AO COMEÇAR A CORRER

Muitas pessoas chegam a mim dizendo que “não conseguem correr”. Falam que tentam, mas sentem falta de ar, passam mal. Enfim, dessa forma colocam uma barreira e muitas vezes acabam desistindo da corrida.

Caros amigos, a corrida é uma atividade física e, por isso, demanda um certo tempo para que seu corpo adquira a condição para que você alcance o “status” de corredor. Uns levam mais tempo, outros menos, por isso, somos INDIVÍDUOS, com suas características, capacidades, limitações, etc…

Independente disso, a inserção na corrida deve ser feita de maneira gradativa, deixando de lado a velocidade. Vocês já devem ter visto nos parques e praças pessoas chegando pra correr. Então elas correm desesperadamente “impressionantes” 100m. Após isso, meio metro de língua pra fora e lá se foi o treino de corrida por água abaixo.

O negócio é correr sem se preocupar com ritmo, mas sim com o tempo. É necessário ir acostumando aos poucos seu organismo com aquele estímulo. Como todo processo de treinamento, deve ser repetido algumas vezes, para que então se programe uma evolução.

Um ritmo de treino será encontrado após o aluno ter uma certa “bagagem”, tempo de treino. A partir daí a busca pela velocidade fica mais fácil. Isso já acontecerá com parâmetros percebidos através de seus treinos e a resposta a cada um deles. Um profissional de Educação é indicado para planejar seus treinos com mais qualidade e observar a possibilidade de um novo passo no momento certo.

Tenha em mente que a corrida é um esporte democrático e quem ninguém nasceu correndo. TODOS passaram por um processo de aprendizado. Agora é a sua vez!!!
BORA CORRER???

Tauro Susin Bonorino
Educador Físico, Coordenador da Equipe de Corrida Tauro Bonorino, ex-atleta de elite com mais de 400 pódios e aproximadamente 150 vitórias em provas de 1500m à Maratona.

  • Por pracorrer  1 Comentários   2

    1 Comentários

    Por Ricardo em
    • 28 jan 2017
    Responder  
    Fantastastico sua explicação, parei de fumar a seis anos, Dois maços por dia. Comecei a correr, não conseguia, com O tempo e os treinos, hoje corro provas até 10km.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *