O site que corre com você

Siga-nos

Em 21 ago, 2016

COLUNA DO TAURO: O OLHAR DE UM EXPECTADOR NAS OLIMPÍADAS

Os Jogos olímpicos são de encher os olhos. Nesse período muitos corredores se inflam de motivação ao verem os melhores fundistas do mundo em ação. Seja para começar a praticar alguma atividade ou então para fazer “aquele” treino.

A sensação é a mesma de colocar “Eyes of the Tiger” pra tocar. A clássica música do filme Rocky I, sem dúvida inspira e parece que em muitos, chega a causar coceira nos pés. Esse hit pede uma corrida. Voltando aos jogos. Pra muitos de vocês, assim como eu, essa possibilidade de assistir o Atletismo nas Olimpíadas é ao vivo, na arquibancada. Estou acompanhando o Atletismo desde segunda-feira (15/08). Assisti até agora belíssimas provas, grandes disputas e finais de tirar o fôlego.

Vi um brasileiro se classificar para a final dos 3000m com obstáculos. Autobeli da Silva fez a melhor marca da carreira já na eliminatória e repetiu o feito na final, alcançando um honroso 9º lugar. O favoritismo tem se confirmado até o momento nas provas de média e longa distância. Tive o privilégio de ver David Rudisha, recordista mundial e atual campeão olímpico dos 800m levando o bicampeonato. O também meio fundista, AsbelKiprop, garantiu sua classificação nos 1500m e entra na final com favoritismo absoluto. Presenciei a lenda Mo Farah, “brincando de correr” e obtendo vaga na final dos 5000m rasos. Nessa mesma prova, fiquei perplexo ao ver que nenhum queniano se classificou. Emoções que o esporte nos proporciona. Pessoas que são como eu e vocês, que se aprimoraram, treinaram exaustivamente e que com seu talento e dedicação, levam milhares de outras aos estádios para assistir esse verdadeiro show.

Vendo tudo isso, um aluno me disse hoje à tarde: “3000 metros com obstáculos pra 8min03seg… e a gente acha que corre. Muitos de vocês devem pensar a mesma coisa. Vou então lhes dizer o mesmo que falei a esse amigo: TODOS NÓS CORREMOS! ALGUNS CORREM MUITO RÁPIDO, OUTROS NEM TANTO.
Portanto meus caros, não importa o ritmo, o que importa é CORRER!
Bons treinos e até a próxima!

Tauro Susin Bonorino
Educador Físico, Coordenador da Equipe de Corrida Tauro Bonorino, ex-atleta de elite com mais de 400 pódios e aproximadamente 150 vitórias em provas de 1500m à Maratona.

  • Por pracorrer  2 Comentários   

    2 Comentários

    Por Isabel Proença em
    • 24 ago 2016
    Responder  
    Muito legal os relatos do Tauro, de sua visão de atleta, expectador e sobretudo um amante do esporte. De fato toda essa "correria" da Rio 2016, nos incentivou ainda mais a treinar, mas o mais importante, alertar aos governantes a importância de se investir no esporte desde a mais tenra infância. Parabéns Tauro!
    Por Samuel Santos em
    • 29 ago 2016
    Responder  
    Mestre, amigo e grande corredor Tauro Bonorino, excelente texto! Realmente a olimpíada foi incrível! Tu esta corretíssimo, pois o importante é correr, se movimentar para ter uma vida com mais saúde e muito, muito mais saudável! Bora correr!

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *