O site que corre com você

Siga-nos

Em 13 ago, 2016

COLUNA DO RAFA – QUEM SERÃO OS MEDALHISTAS NO ATLETISMO NO RIO 2016

Olá, corredores e corredoras.
Já fizemos a previsão de resultados no Atletismo feminino. E no Masculino?

A disputa de medalhas começa hoje, em uma batalha de proporções épicas. Os melhores atletas do mundo estão aqui!

Os destaques para os palpites vão para dois dos maiores atletas do mundo serem destronados: Usain Bolt nos 100m, e Mo Farah nos 10.000m.

Esporte mais democrático dos Jogos, prevejo que pelo menos 25 países vão medalhar no Atletismo Masculino no Rio 2016. Infelizmente, o Brasil não está entre eles. Nossas chances de medalha variam do nulo (praticamente todas as provas) ao remotíssimo (Salto com Vara, Revezamentos).

Depois dos Jogos conversamos sobre os resultados! Seguem os palpites:

Sprints e Barreiras

Usain Bolt é o cara. Mas ele tem a sombra do americano Justin Gatlin, da jovem promessa americana Bromell e de seus sempre fortes companheiros de equipe. Gatlin é o “perfeito vilão”. Polêmico nas entrevistas, suspenso por doping no passado, e ainda questionado por viver a melhor fase da carreira depois dos 30. É o contraste do carisma de Bolt. Acontece que Gatlin vem correndo bem. Gatlin vem correndo muito, e de maneira consistente. E Bolt? Correu apenas uma vez abaixo de 10s00 na temporada, volta de lesão e já há algum tempo vem sendo ameaçado. Basta lembrar que no mundial do ano passado, Gatlin chegou apenas 0.01s atrás. Em 2016, ele tem a melhor marca do ano (9.80). É difícil apostar contra uma lenda. Mas cravarei aqui com coragem um dos mais difíceis palpites dos Jogos. Ainda que vença fácil os 200m, Bolt será superado nos 100m.

Nos 400m, uma prova imperdível. O duelo do atual campeão mundial, Wayde van Niekerk, com os 2 últimos campeões olímpicos (Kirani James e La Shawn Merrit). Por mais inquebrável que ela pareça, a incrível marca de Michael Johnson (43s18) está ameaçada.

Usain_Bolt

100m
Ouro: Justin Gatlin – Estados Unidos
Prata: Usain Bolt – Jamaica
Bronze: Tayron Bromell – Estados Unidos

200m
Ouro: Usain Bolt – jamaica
Prata: Miguel Francis – Antigua e Barbuda
Bronze: LaShawn Merritt – Estados Unidos

400m
Ouro: Wayde van Niekerk – Africa do sul
Prata: La Shawn Merritt – Estados Unidos
Bronze: Kirani James – Granada


110 com Barreiras

Ouro: Omar McLeod – Jamaica
Prata: Devon Allen – USA
Bronze: Orlando Ortega – Espanha
400 com Barreiras

Ouro: Kerron Clement – USA

Prata: Yasmani Copello – Turquia

Bronze: Keisuke Nozawa – Japão

Meio Fundo

Responda rápido: qual foi a melhor prova de atletismo em Londres 2012? Se você não respondeu os 800m Masculino, certamente perdeu o voo solo de David Rudisha, que correu de ponta a ponta e bateu o recorde mundial. No Rio, ele não é tão favorito quanto foi em Londres, mas mesmo assim, deve levar o ouro. Nos 1500m, Asbel Kiprop, campeão olímpico em Beijing, está um nível acima dos demais e é favoritaço a vencer numa prova que deve ser equilibradíssima na disputa da prata e bronze.

800m

Ouro: David Rudisha – Quenia

Prata: Adma Ksczot- Polonia

Bronze: Alfred Kipketer – Quenia

1500m

Ouro: Asbel Kiprop – Quênia

Prata: Ronald Kwemoi – Quênia

Bronze: Abdelati Iguider – Marrocos

3000m com Obstáculos

Ouro: Ezekiel Kemboi – Quenia

Prata: Conseslus Kipruto – Quenia

Bronze: Evan Jaeger – Estados Unidos

Fundo

O britânico Mo Farah tenta repetir um feito realizado apenas uma vez na história antes. Ser bi-campeão Olímpico dos 5000m e dos 10 000m. Vai conseguir? No 5000m, provavelmente sim. Nos 10 000m tudo depende da estratégia utilizada pelos africanos. Geoffrey Kamwroror é o melhor atleta de Meia-Maratona do mundo, venceu Mo Farah facilmente no mundial de Meia Maratona (embora tenha sido derrotado no Mundial de Beijing de 2015). Kamwroror é o homem que pode bater Farah, mas para isso ele não pode deixar para as últimas voltas, onde o Britânico leva vantagem pela sua exímia velocidade (possui o mais rápido tempo de 1500m). Se a prova for vencida com um tempo inferior a 27 minutos, Kamworor tem boas chances de levar o ouro.

Mo_Farah

5000m

Ouro: Mo Farah – Gra Bretanha

Prata: Muktar Edris – Etiópia

Bronze: Dejan Gebremeskel – Etiópia

10 000m

Ouro: Geoffrey Kamwror – Quênia

Prata: Mo Farah – Grã Bretanha

Bronze: Bendan Karoki – Quênia

Maratona

Eliud Kipchoge provou nos últimos 3 anos ser basicamente imbatível. Ele ganhou 07 das 08 maratonas que disputou (e na que não venceu, foi segundo). Chegou perto do recorde mundial em Londres. Venceu Berlim de maneira impressionante. Em Olimpíadas tudo pode acontecer, mas não dá para apostar contra ele. Seu companheiro de equipe Stanley Biwott também está em forma física excepcional e deve acompanhar Kipchoge até o fim.

Ouro: Eliud Kipchoge – Quênia

Prata: Stanley Biwott – Quênia

Bronze: Galen Rupp – Estados Unidos


Saltos

Salto em Altura

Ouro – Mutaz Barshim – Catar

Prata – Derik Drouin – Canada

Bronze – Bohdan Bondarenko – Ucrânica


Salto em Distância

Ouro – Greg Rutherford – Gra Bretanha

Prata – Jarrion Lawson – Estados Unidos

bronze – Michel Tornéus – Suécia


Salto Triplo

Ouro – Pedro Pichardo – Cuba

Prata – Chrstian Taylor – Estados Unidos

Bronze – Will Claye – Estados Unidos

Salto com Vara

Ouro – Renaud Lavillenie – França

Prata – Sam Kendricks – Estados Unidos

Bronze – Shawnacy Barber – Canada

Arremessos, Lançamentos

Arremesso de Peso

Ouro – Joseph Kovacs – Estados Unidos

Prata – Ryan Crouser – Estados Unidos

Bronze – Stephen Mozia – Nigéria


Lançamento de Disco

Ouro – Piotr Malachowski – Polônia

Prata – Cristoph Harting – Alemanha

Bronze – Robert Harting – Alemanha


Lançamento de Dardo

Ouro – Tomas Rohler – Alemanha

PRata – Anti Ruuskannen – Finlândia

Bronze – Johannes Vetter – Alemanha

Lançamento de Martelo

Ouro – Pawel Fajdek – Polônia

Prata – ivan Tiknon – Belarus

Bronze – Dilshord Nazarov – Tadjiquistão

Decathlon

Ouro – Ashton Eaton – Estados Unidos

Prata – Arthur Abele – Alemanha

Bronze – Damian Warner – Canadá

Revezamentos

4 x 100

Ouro – Jamaica

Prata – Estados Unidos

Bronze – Canadá


4 x 400

Ouro – Estados Unidos

Prata – Jamaica

Bronze – Bélgica

Quadro de Medalhas final do Atletismo Masculino

Estados Unidos – 16 Medalhas (5 de Ouro, 7 de Prata e 4 de Bronze)

Quênia – 10 Medalhas (5 de Ouro, 3 de Prata e 2 de Bronze)

Jamaica – 5 Medalhas (3 de Ouro e 2 de Prata)

Alemanha – 5 Medalhas (1 de Ouro, 2 de Prata e 2 de Bronze)

Canadá – 4 Medalhas (1 de Prata e 3 de Bronze)

Polônia – 3 Medalhas (2 de ouro e 1 de prata)

Gra Bretanha – 3 Medalhas (2 de ouro e 1 de prata)

Etiópia – 2 Medalhas (1 de Prata e 1 de Bronze)

  • Por pracorrer  0 Comentários   

    0 Comentários

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *